Blog do LeoBlogs

Num dia totalmente imprevisível, Peterhansel, San Sunderland e Gerard De Rooy assumem a liderança

O Dakar 2017  está cada vez mais imprevisível, condições climatológicas adversas, além de uma navegação extremamente complicada, capaz de deixar os mais experientes totalmente perdidos, são alguns ingredientes deste rali fascinante, desafiador e ao mesmo tempo assustador. Nesta 5ª etapa o dia começou com uma notícia bombástica. Todos os pilotos do time oficial da Honda – HRC foram penalizados em 60 minutos por reabastecer suas motos fora da zona oficialmente estabelecida pela organização. Joan Barreda que liderava a prova, o português Paulo Gonçalves, o francês Michael Metge e o americano Ricky Brabec despencaram na classificação.

622_18726ae4-5051-32f8-83e7-163fd427b2d8
San Sunderland (KTM 450 Rally Replica) assumiu a liderança.

O britânico San Sunderland (KTM 450 Rally Replica) venceu a 5ª etapa do Rally Dakar 2017 na categoria Motos, disputada nesta sexta-feira, dia 06/01, entre as cidades bolivianas de Tupiza e Oruro. O português Paulo Gonçalves (Honda CRF 450 Rally) foi o segundo, seguido do francês Adrien Van Beveren (Yamaha WR 450 F). Esta foi a segunda vitória de etapa do Dakar conquistada por Sunderland. Com o resultado ele é o novo líder, num dia totalmente imprevisível, de grandes mudanças no topo da tabela. A etapa teve um total de 692 km. O trecho cronometrado de 447 km estava dividido em duas partes, mas apenas a primeira com 229 km foi percorrida. Os organizadores decidiram cancelar a segunda parte da especial devido às péssimas condições climáticas no roteiro final para chegar a Oruro. O chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna FR 450 Rally), que acabara de ser promovido a líder, conseguiu segurar a vice-liderança após cinco etapas e Adrien Van Beveren pela primeira vez participa do pódio provisório do Dakar.

Sébastien Loeb em ação nas dunas.
Sébastien Loeb em ação nas dunas.

Nos carros a dupla do francês Sébastien Loeb e o monegasco Daniel Elena (Peugeot 3008 DKR) foi a mais rápida na 5ª etapa do Rally Dakar 2017, disputada nesta sexta-feira, dia 06/01, entre as cidades bolivianas de Tupiza e Oruro. A segunda posição ficou com a dupla Nani Roma / Alex Haro Bravo (Toyota Hilux V8). Os franceses Stéphane Peterhansel / Jean-Paul Cottret (Peugeot 3008 DKR) completaram o pódio da etapa. Com o resultado Peterhansel assumiu a liderança do Dakar após cinco etapas. Loeb ganhou duas posições e passa a vice-liderança e a Peugeot tem um pódio provisório exclusivo com a terceira colocação da dupla Cyril Despres / David Castera (Peugeot 3008 DKR), que venceram a etapa anterior e lideravam a prova.

Como na categoria motos, o dia foi marcado por muitas dificuldades de navegação. A dupla Despres e Castera largou na frente e logo perdeu tempo com a navegação. Peterhansel e Cottret que haviam rodado vários quilômetros a mais no dia anterior foram precisos, o mesmo acontecendo com Loeb e Elena. Já a dupla do finlandês Mikko Hirvonen e o francês Michel Perin (MINI John Cooper Works Rally), que ocupava a terceira colocação na classificação acumulada ficou completamente perdida. Perderam quase 40 minutos. Eles continuam no Top 5, porém muito distantes dos quatro primeiros classificados.

Os brasileiros Leandro Torres e Lourival Roldan assumiram a liderança da categoria UTVs.
Os brasileiros Leandro Torres e Lourival Roldan assumiram a liderança da categoria UTVs.

A dupla formada pelos russos Maganov Ravil e Kiril Shubin (Polaris), venceu a 5ª etapa do Rally Dakar 2017, disputada nesta sexta-feira, dia 06/01, entre as cidades bolivianas de Tupiza e Oruro. Os brasileiros Leandro Torres e Lourival Roldan (Polaris) chegaram colados na segunda colocação. Na classificação acumulada Leandro e Lourival assumiram a liderança. A dupla Mao Ruijin e Sebastien Delaunay  que liderava a categoria, estão com a segunda colocação.

Nos quadriciclos o holandês Kees Koolen (Barren Racer One 690) foi o mais rápido. A segunda colocação foi do argentino Gustavo Gallego (Yamaha Raptor 700), seguido do francês Simon Vitse (Yamaha Raptor 700). Após cinco etapas a liderança é de Simon Vitse, seguido do russo Sergey Karyakin (Yamaha Raptor 700). O francês Axel Dutrie (Yamaha Raptor 700) completa o pódio provisório da categoria.

O russo Dmitry Sotnikov perdeu a liderança e agora é o terceiro na geral.
O russo Dmitry Sotnikov perdeu a liderança e agora é o terceiro na geral.

Após a vitória no dia anterior, o holandês Gerard De Rooy (Iveco) mostrou que anda animado e vai em busca do tricampeonato. Ele foi o mais rápido entre os caminhões. Mas os russos da Kamaz também querem um 13º título. Eduard Nikolaev foi o segundo, seguido de Ayrat Mardeev, um pódio com três pilotos que já venceram o Dakar na categoria dos gigantes. Com o resultado De Rooy assumiu a liderança após cinco etapas. Nikolaev é o segundo, seguido de seu companheiro de equipe, o russo Dmitry Sotnikov.

A 6ª etapa será disputada neste sábado, dia 07/01. A largada de Oruro e chegada em La Paz, tudo em território boliviano. Motos, quadriciclos, carros e UTVs percorrem um total de 786 km, com um trecho cronometrado de 527 km. Os caminhões percorrem 772 km com uma especial de 513 km.

Leandro

Fundador e Sócio Proprietário do Guia Off-Road, Analista de Sistemas, Apresentador, Editor e bloqueiro no portal Guia Off-Road. Atualmente sou estudante de Fisioterapia na UFRN em Santa Cruz-RN. Sou amante e admirador do offroad, onde procuro contribuir com o crescimento deste esporte tão fascinante, através do nosso trabalho contínuo a frente do Guia Off-Road.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close