Blog do LeoBlogs

DISPUTAS ARREPIANTES, LAMA, AVENTURA, E SHOW DE COMPETIDORES MARCAM A XXIII EDIÇÃO DA FENAJEEP

O arriamento da Bandeira Nacional no final da tarde, indicava que mais uma FENAJEEP chegava ao fim. Mas, nem a chuva que caiu no domingo, em Brusque/SC, tirou o brilho das disputas nas finais indoor, da maior festa Off-Road da América Latina. Afinal, os pilotos mostraram suas habilidades e fizeram mais uma vez o público ir à loucura assistindo corridas eletrizantes no Jeep Indoore Gaiola Cross, Os campeões da edição histórica do evento receberam por volta das 18h, o troféu mais almejado do país, em cada categoria.

Jeep Indoor na FENAJEEP 2016 - Foto Divulgação.
Jeep Indoor na FENAJEEP 2016 – Foto Divulgação.

Na categoria Jeep Aspirado, Renato Simon Bouwman, de Palmeira/PR, ficou com a primeira colocação. Ele agradeceu a torcida e completou lembrando que cada FENAJEEP é uma sensação diferente. Já Fabiano Antoniazzi comemorou o penta campeonato, na categoria Turbinado nesta edição. Ele que é de Flores da Cunha/RS, vem todos os anos lutar pelo título. “Mesmo nos preparando tanto, a gente não espera, porque são muitos pilotos de alto nível. É uma competição boa, por isso tanta alegria por vencer”, completa.

Gaiola Cross na FENAJEEP 2016 - Foto Divulgação.
Gaiola Cross na FENAJEEP 2016 – Foto Divulgação.

E quem levantou o troféu de primeiro colocado na categoria Gaiola Aspirada sentiu ainda mais emoção. Foi o brusquense Lucas Lang, de 16 anos. “Não tenho palavras para descrever o que é vencer é uma competição dessas, na minha cidade”, falou. Mais de 80 pilotos competiram divididos entre as categorias “Aspirado e Turbo”, encarando a pista que a cada ano é montada de um jeito diferente, para surpreender os competidores.

Convidado na última hora pelos amigos para participar da FENAJEEP, o primeiro colocado na categoria Stock, do Desafio Extreme Trophy, Jonatas Migliorini, veio pela primeira vez de Passo Fundo/RS, “Nós capotamos o carro e ainda conseguimos dar a melhor volta, foi uma experiência inesquecível”, disse realizado com a conquista inédita.

Extreme Trophy na FENAJEEP 2016 - Foto Divulgação.
Extreme Trophy na FENAJEEP 2016 – Foto Divulgação.

Realizado pelo terceiro ano no evento, o “Desafio Extreme Trophy Brasil” exigiu concentração, técnica e superação dos motoristas. Após o sucesso do ano passado, em 2016 o número de participantes triplicou. Cerca de 40 competidores disputaram a prova, divididos em três categorias, num percurso elaborado com 10 obstáculos como: manilhas, curvas, pedras e atoleiros. E teve até um cadeirante encarando o Super Desafio. Thiago Henrique de Oliveira, de Minas Gerais, demonstrou que a maior dificuldade era superar os obstáculos da pista. “Meus amigos da equipe Inimigos do Asfalto me incentivaram a vir pela primeira vez a Brusque e participar do Extreme. O que me impulsiona é a adrenalina de sair do cotidiano e fazer o inusitado”, afirma.

Além das provas tradicionais do indoor, a festa contou com as trilhas externas em três provas ou passeios realizados no sábado. Paisagens naturais e uma dose de adrenalina fizeram parte da programação do Expedition, que contou com cerca de 150 veículos 4×4 participantes. De acordo com o diretor da atração, Eleno Abromovicz, aproximadamente 50 quilômetros foram percorridos pelas cidades de Brusque, Nova Trento e Canelinha.

Mais emoção teve também no Rally de Regularidade/Trilha SC, onde pilotos mostraram suas habilidades em meio a muitos buracos e estradas de chão, passando por uma área de reflorestamento. Os melhores das categorias Novatos com Equipamento, Novatos sem Equipamentos, Turismo, Graduados, Master e FENAJEEP subiram ao pódio poucas horas depois do retorno da prova.

Já no Passeio Radical os inscritos precisaram encarar várias subidas íngremes, com erosões que dificultaram o caminho dos veículos. Também foi preciso segurar o freio nas descidas e ter força e rapidez no volante para não cair em buracos. Muita gente precisou do guincho para conseguir completar o Passeio e os primeiros carros só chegaram ao local do almoço, por volta das 14h. João Gabriel Porfirio veio de Pitanga/PR com os pais e o irmão.”A trilha está muito boa, a chuva ajudou bastante e deixou o caminho ótimo, com muitos enroscos e mais alegria para nós”, disse o rapaz.

Passeio Expedition na FENAJEEP 2016 - Foto Divulgação.
Passeio Expedition na FENAJEEP 2016 – Foto Divulgação.

A trilha foi dividida em duas partes. A primeira exigiu mais técnica e foi concluída com sucesso pela maioria dos participantes. Já a segunda etapa prometia ser muito mais difícil e poucos jipeiros decidiram seguir em frente.

Porém, a FENAJEEP não é sucesso só dentro da pista. A palavra também foi a que definiu mais um ano de negócios fechados no Salão Off-Road. Um espaço repleto de novidades e milhares de opções para equipar e personalizar veículos 4X4. Os visitantes puderam conferir no espaço, mais de 50 expositores com produtos que variavam de R$ 15 (quinze) como uma camiseta da festa, até um Troller, zero quilômetro e completamente equipado, por até R$ 220 (duzentos e vinte) mil reais.

De São Paulo, a empresa Gama 4X4, garante há 13 anos, um dos maiores espaços dentro do Salão para expor mais de 3 mil itens. Júnior Gama, proprietário da marca, lembra que não tem como ficar fora da maior feira do setor. “Por ser uma oportunidade diferenciada, ela se tornou um ponto de encontro, onde posso manter contato com clientes de todo país. Além de representar faturamento futuro, nós nos impressionamos com os resultados desse ano, já que superou nossas vendas de 2015”, disse.

O Salão foi aberto na noite de quarta-feira após o cerimonial acompanhado por autoridades civis e militares, apoiadores, patrocinadores, expositores, sócios do Brusque Jeep Clube, competidores, visitantes e imprensa.

O Secretário de Desenvolvimento Regional, Evaldo Ristow Filho ressaltou que Brusque sempre foi uma cidade pioneira e a importância do evento para o município.”Tivemos o primeiro clube de Futebol de Santa Catarina, o primeiro Clube de Caça e Tiro, a FENAJEEP… e além do incentivo ao esporte, a festa é muito importante não só pelo movimento no Setor Turístico, mas em toda a economia. Rede hoteleira, restaurantes, nossos shoppings atacadistas, comércio… todos são beneficiados por este grande evento”, concluiu.

Apesar de imprevistos como o acidente ocorrido durante o Passeio Radical,  o sentimento de toda a equipe organizadora e em especial do presidente do Brusque Jeep Clube, Vilmar Walendowsky, foi o de dever cumprido após receber novamente milhares de visitantes durante o feriadão. “Há mais de vinte anos, a FENAJEEP começou aqui numa brincadeira, e hoje recebemos visitantes de países vizinhos, além do público de todo Brasil. Nos orgulhamos muito de sediar a maior festa off-road da América Latina. Hoje, as pessoas esperam o ano inteiro pela FENAJEEP para desfrutar desse espírito de aventura e companheirismo. E isso prova que o nosso objetivo foi alcançado”, conclui.

Curta a nossa página no www.facebook.com/guiaoffroad

GAMA-2

Leandro

Fundador e Sócio Proprietário do Guia Off-Road, Analista de Sistemas, Apresentador, Editor e bloqueiro no portal Guia Off-Road. Atualmente sou estudante de Fisioterapia na UFRN em Santa Cruz-RN. Sou amante e admirador do offroad, onde procuro contribuir com o crescimento deste esporte tão fascinante, através do nosso trabalho contínuo a frente do Guia Off-Road.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close