Blog do LeoBlogs

A magia das pirâmides congratula-se com Al Attiyah, Piatek e Abu Issa

A emoção de terminar o Rally dos Faraós nas Pirâmides de Gizé é uma coisa única no cenário do rally. Uma emoção ainda mais forte para os vencedores da edição de 2015: Nasser Al Attiyah / Mathieu Baumel (QAT / FRA – Mini All4 Racing) entre os carros, Jakub Piatek (POL – KTM) entre as motos e Mohammed Abu Issa (QAT – Honda) entre os quads.

Pódio das Motos - Foto: Divulgação.
Pódio das Motos – Foto: Divulgação.

A última etapa do Rally dos Faraós 2015 começou esta manhã a partir do Baharija Oasis para um especial de 339 quilômetros, um especial que mostra tradicionalmente algumas surpresas. Mas a tradição quase foi jogar contra Mohammed Al Balooshi (ARE – KTM), o piloto que dominou as três primeiras etapas e ontem perdeu a liderança por um erro de navegação. Uma falha de motor na sua KTM antes do CP1 obrigou-o a empurrar a bicicleta por cinco quilómetros, em seguida, chegou no fim da especial uma hora e meia após o vencedor do Jakub Piatek. Felizmente, ele conseguiu manter a terceira posição absoluta. Piatek agora é capaz de comemorar seu primeiro Mundial, pisar no lugar mais alto do pódio em conjunto com Chavo Salvatierra (BOL – KTM) e Mohammed Al Balooshi.

Alvis Lecis venceu a classe 450 no fron de Tommaso Biondi e Cesare Francolini.

Pódio dos Quad's - Foto Divulgação.
Pódio dos Quad’s – Foto Divulgação.

Na categoria quad, Mohammed Abu Issa (QAT – HONDA), chegou forte a uma especial, com 12 minutos sobre o polonês Rafal Sonik POL – Yamaha), hoje só teve que administrar para garantir a sua vitória final. Além do vencedor do último Dakar, juntamente com ele no pódio o francês Antoine Lecomte (Yamaha).

Pódio  dos  Carros - Foto divulgação.
Pódio dos Carros – Foto divulgação.

Sem surpresas entre os carros. A vitória do dia não não foi útil para Yazeed Al Rajhi (SAU – Toyota), bem como o segundo lugar do russo Vladimir Vasilyev (RUS – Mini) para desafiar a liderança de Nasser Al Attiyah, que garantiu uma vantagem de 10 minutos. Com a terceira posição do pódio, o “príncipe do deserto” assegurou-se a vitória final na frente do saudita Al Rajhi e o Vasilyev russo, após a batalha apaixonada que durou cinco dias.

A classe T2 foi ganha pelo libanês com sede em Abu Dhabi, Emil Khneisser, na frente de Kazak Denis Berezovskiy. Raul Orlandini é o vencedor do T3.

Por isso, pode ser gravadas até esta edição 2015 do Rally dos Faraós, uma competição que confirmou mais uma vez por ser “diferente”. Egito, sua história, um deserto que muda continuamente o seu recurso, o bivouac em estilo top Africano, a atmosfera familiar … Mas, principalmente, o Rally dos Faraós 2015 estabeleceu que a corrida no Egito é maravilhoso e legal ao mesmo tempo.

As Dunas são a marca do Rally do Faraós -  Foto divulgação.
As Dunas são a marca do Rally do Faraós – Foto divulgação.

Não se esqueça de juntar-se a lenda também em 2016. Rally dos Faraós é diferente!

Nasser Al Attiyah (QAT – Mini): “Jogo fácil hoje. Nós controlamos a corrida e não cometemos qualquer erro. Foi uma etapa agradável e rápido, mas, finalmente, a velocidade média foi muito alta durante toda a corrida. Eu amo este rali, e adoraria voltar para o Egito, e, claro, gostam de ganhar. Rally dos Faraós teve um bom nome e temos bons pilotos aqui, por isso é um sentimento bom para ganhar o Rally e comemorar em frente às Pirâmides. Tivemos uma boa estratégia desde o início e assumimos a liderança no segundo dia, por isso estou feliz. “

Yazeed Al Rajhi (SAU – Toyota): “Nós planejamos para pegar Vasilyev e depois de 30 km vimos a sua poeira. Mas que, no km 35, conseguimos uma punção, e perdemos algum tempo. Eu empurrei para pegá-lo novamente, e nós dirigimos em conjunto entre as dunas. Passei-lhe apenas no final das dunas, e manteve-o atrás de nós. Foi uma boa corrida, temos mais experiência, que será útil para o futuro. Boa corrida, boa organização. “

Vladimir Vasilyev (RUS – Mini): “A primeira parte da etapa foi boa, mas depois nas dunas ficamos com um pneu furado e tivemos que parar para mudar a roda. Mas, estamos realmente felizes por estar aqui e felizes por estarmos no pódio. Mostramos que poderíamos lutar e nós terminamos uma corrida muito boa. E agora? A batalha tem que continuar! “

Jakub Piatek (POL – KTM): “É incrível, eu só não posso acreditar que ele! Esta é meu primeiro Rally dos Faraós, e também os outros são mais rápidos do que eu, mas … Eu poderia lutar aqui e eu poderia vencê-los. Talvez porque eu cometi apenas um erro e os outros cometeram mais. Hoje foi realmente muito rápido, o dia mais rápida da corrida “.

Chavo Salvatierra (BOL – KTM): “O dia não foi tão ruim, mas a corrida foi complicada, por causa das novas regras, que são absurdas. Eu amo esta corrida, é o meu terceiro Rally dos Faraós e eu também adoro Egito, as dunas aqui e em segundo lugar, a atmosfera. É bom, mas é claro que meu objetivo era ganhar. “

Mohammed Al Balooshi (ARE – KTM): “No início da fase eu estava na frente, mas depois, a 9 km do ponto de reabastecimento eu tinha um problema: meu segundo tanque de combustível não estava funcionando, eu tentei resolver o problema e podia andar mais 4 km, mas cinco quilômetros antes do ponto a moto parou de novo. Eu decidi empurrar, e não desistir. Então eu empurrei esta moto muito pesada … Eu empurrei como se não houvesse amanhã. Finalmente, se eu não ganhar, eu tentei alcançar a melhor posição que pude: fiquei em terceiro, e eu estou feliz com isso. “

Mohammed Abu Issa (QAT – Honda): “Minha corrida foi consistente e agradável. Eu tenho um monte de experiência muito útil, que é muito importante para mim. Esta corrida é uma boa preparação para o Dakar, um monte de bonés, muitos quilómetros. Eu aprendi muito, e eu estou feliz com o resultado “.

Rafal Sonik (POL – Yamaha): “dia Liso, finalmente. No início não foi muito fácil, mas no final estava bem e eu estou feliz. Se eu comparar esta corrida com as outras, é mais fácil para vencer as outras. Então eu tenho que pensar sobre isso. Esta é a minha quarta vez aqui, e eu só ganhei uma vez. Eu tive um monte de problemas nos dois últimos anos, e eu me perguntei o que mais poderia vir este ano. Isso não é bom, porque eu abri uma porta com ele. Mas … Esta é a beleza da corrida. “

RESULTADOS FINAIS

BIKES:

  1. Piątek JAKUB (POL) KTM 17.44.59
  2. SALVATIERRA JUAN CARLOS (BOL) KTM +0.03.19
  3. BALOOSHI MOHAMMED (ARE) KTM +1.36.04
  4. ABU-ISSA MOHAMMED (QAT) HONDA + 2.20.03
  5. GAGGIANI ANDREA (ITA) KTM +2.27.25
  6. SONIK RAFAL (POL) YAMAHA +2.27.50
  7. NIFONTOVA Anastasiya (RUS) HUSQVARNA +3.39.47
  8. LECIS ALVIS (LVA) KTM 500 EXC + 5.17.17
  9. LECOMTE ANTOINE (FRA) YAMAHA +7.26.15
  10. BIONDI TOMMASO (ITA) KTM +10.59.17

CARROS:

  1. AL-Attiyah NASSER / Baumel MATHIEU (QAT / FRA) MINI ALL4 RACING 14.00.02
  2. AL-Rajhi yazeed / GOTTSCHALK TIMO (SAU / DEU) TOYOTA HILUX OVERDRIVE +0.06.33
  3. VASILYEV VLADIMIR / Zhiltsov KONSTANTIN ( RUS / RUS) MINI ALL4 RACING +0.08.18
  4. DABROWSKI MAREK / Czachor JACEK (POL / POL) TOYOTA HILUX OVERDRIVE +0.55.59
  5. ZAPLETAL MIROSLAV / MARTON MACIEJ (CZE / POL) H3 EVO VII +1.08.05
  6. VARELA REINALDO / Gugelmin GUSTAVO (BRA / BRA) TOYOTA HILUX OVERDRIVE +1.14.05
  7. Van Loon ERIK / Rosegaar WOUTER (NLD / NLD) MINI ALL4 RACING +1.34.31
  8. SAZONOV YURIY / SAKHIMOV ARSLAN (KAZ / KAZ) HUMMER H3 EVO +1.48.32
  9. SZALAY BALAZS / LAKLOTH Aladar (HUN / HUN) Opel Mokka +3.25.44
  10. ORLANDINI RAUL / BLANCO EDUARDO (PER / ESP) TOYOTA HILUX +6.06.18

Curta a nossa página no www.facebook.com/guiaoffroad

Leandro

Fundador e Sócio Proprietário do Guia Off-Road, Analista de Sistemas, Apresentador, Editor e bloqueiro no portal Guia Off-Road. Atualmente sou estudante de Fisioterapia na UFRN em Santa Cruz-RN. Sou amante e admirador do offroad, onde procuro contribuir com o crescimento deste esporte tão fascinante, através do nosso trabalho contínuo a frente do Guia Off-Road.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Close
Close