Blog do LeoBlogs

FENAJEEP – A Amizade que deu origem a maior festa Off-Road da América Latina

Aventura, lama e adrenalina no sangue. Foi esta receita, que em abril de 1991 levou um grupo de amigos (admiradores da natureza) a bordo do seu melhor companheiro, para um passeio até o “Faxinal do Bepe”. Uma trilha encantadora de 110 quilômetros, no interior de Santa Catarina. Mas, o que era para ser algo rotineiro foi repleto de tantas emoções, que esta oportunidade única originou algo muito maior. Após o passeio, o grupo se reuniu e decidiu fundar um clube. Pouco tempo depois, no dia 4 de agosto de 1991, Vilmar Walendowsky, Humberto Rezini, Udo Cerpa, Alberto Granville, Sílvio Vargas, Altair Lauritzen e José de Oliveira, tiraram a ideia do papel e criaram oficialmente o “Brusque Jeep Clube”.

Mais de duas décadas se passaram desde que esta chama foi acesa, mas até hoje a essência continua a mesma. Com mais de 50 titulares
e aproximadamente 200 (duzentos) participantes, entre familiares e amigos, a filosofia ainda é a união, o companheirismo e o respeito à natureza. A entidade é familiar… “temos equipes formadas de filhos, esposa, netos e até mesmos avôs. E o clube foi montado para fazer passeios, na realidade era apenas um grupo. Antes de ter uma sede própria, as reuniões eram feitas na casa do próprio presidente ou em restaurante, bar e lanchonete. Tudo começou com brincadeira e muita lama. Nunca imaginamos onde poderíamos chegar”, relembra um dos integrantes, Ivo Heinig Júnior.

A primeira diretoria foi montada por aqueles que fundaram o clube. Na verdade, eles ainda não eram sócios, se tornaram depois. Vilmar Walendowsky foi o primeiro presidente. Mas, a partir do terceiro mandato a “brincadeira” começou a ficar séria. Com Humberto Rezini na presidência, nasceu a Festa Nacional do Jeep, que hoje é orgulho não só para os membros do Brusque Jeep Clube, como da cidade e do país. Afinal, o que era para ser uma celebração jipeira acabou se transformando no maior eventooff-road da América Latina. “Hoje, pela responsabilidade, de assinar documentos, etc. o presidente tem que estar junto e o próprio estatuto determina isso. Nos gastos, com tudo, deve haver controle”, explica o vice-presidente Roberto Wilke. Mas, nem sempre foi assim. “Teve anos em que o presidente não estava à frente da comissão organizadora da festa. Um grupo montado pelo presidente é que tocava os trabalhos. Não era necessário, a organização ser composta pelos membros da diretoria”, conclui. Hoje, a comissão organizadora da Fenajeep é formada pela diretoria e pessoas convidadas.Já a diretoria do Jeep Clube é composta como todas as demais associações. Tem cargos de presidente, vice-presidente, secretários, tesoureiros, conselho fiscal, etc. Antes do novo código civil, o presidente ficava no cargo por dois anos. Depois da adequação, o mandato é de um ano, podendo ter uma reeleição. No máximo, o presidente fica dois anos na função. Depois, a pessoa pode ocupar outro cargo.
E quem pensa que a função de comandar essa turma é exclusivamente masculina, se engana! Duas mulheres já foram presidentes. A eleição acontece normalmente em consenso. As chapas são apresentas trinta dias antes. “Mas, ultimamente a gente apresenta uma e se um grupo se propõe a trabalhar, todos apoiam. E este é eleito”, conta Wilke.

Praticamente todo o tempo deles é destinado à preparação da festa. Depois do expediente em horário comercial, em outras ocupações, os membros da diretoria seguem para a sede onde acontecem as reuniões semanais. No período que antecede o evento, todos os dias eles ficam até tarde da noite, providenciando o que necessitam junto à secretaria executiva, ponto chave da comissão organizadora. Atualmente a associação tem sede localizada no Pavilhão da Maria Celina Vidotto Imhof o “Pavilhão da Fenarreco” (local onde é realizada a Fenajeep) e uma vez por mês, todos os associados se reúnem para planejar os passeios, participação em eventos e trabalhos junto à comunidade.

Quem visita a Fenajeep não imagina a estrutura que existe por trás de um evento deste porte. “Quando termina uma edição, fizemos a avaliação, os balanços e já começamos a esquematizar e verificar tudo aquilo que não estava a contento, para mudar, para que a próxima seja ainda melhor. Em outubro, novembro já temos o esquema do salão off-road montado e mandamos a comunicação para os expositores. Em dezembro, o contrato é fechado”, conta o atual presidente Carlos Cane.

Fazer a festa sempre maior e melhor é o grande desafio. E provavelmente, este é o segredo do sucesso. Afinal, é muito trabalho: segurança, estrutura, cerimonial de abertura, provas, premiação, divulgação… tudo precisa ser planejado, com antecedência. Só no ano passado cerca de 120 mil pessoas estiveram no evento e em 2015, a expectativa é superar esse número. O salão off-road já conta com mais de 70 expositores confirmados. Nele, os participantes mostram uma grande variedade de peças, acessórios, pneus e muitas outras novidades do universo 4×4. Para que as pessoas possam aproveitar a festa ao máximo, o evento sempre acontece no feriado de Corpus Christi. Pois, muitos vêm de longe para curtir os dias de fortes emoções.

E para que isso aconteça, as atrações de 2015 já estão sendo preparadas. Mais de 650 veículos devem participar das provas que farão o público delirar com o ronco dos motores. Na arena onde acontecem as provas indoor, saltos e capotas estão garantidos com o jeep e gaiola cross. Já a Trilha Radical, o Passeio Expedition e o Rally de regularidade garantem belas paisagens e momentos eletrizantes. Além disso, a tradicional jipeata (passeio pela cidade) e um desafio especial serão realizados. “Fazemos tudo isso, porque é algo realmente gratificante”, finaliza Carlos Cane.

Então, programe-se, a Fenajeep vem aí: de 03 a 07 de junho, em Brusque/SC.

Curta na nossa página www.facebook.com/guiaoffroad

Fonte: Fenajeep.

Leandro

Fundador e Sócio Proprietário do Guia Off-Road, Analista de Sistemas, Apresentador, Editor e bloqueiro no portal Guia Off-Road. Atualmente sou estudante de Fisioterapia na UFRN em Santa Cruz-RN. Sou amante e admirador do offroad, onde procuro contribuir com o crescimento deste esporte tão fascinante, através do nosso trabalho contínuo a frente do Guia Off-Road.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close